Pular para o conteúdo principal

ATENÇÃO! Pagar a Multa não impede a Suspensão da CNH!




Semanalmente eu recebo e-mails de pessoas que dizem que foram notificadas de um processo de suspensão da sua CNH, por terem cometido uma ou várias infrações de trânsito e que já havia pagado as multas e receberam com “surpresa” a notificação de suspensão.

A indignação destas pessoas é que “já haviam feito o pagamento da multa ou das multas e, portanto, não poderiam sofrer uma suspensão da CNH”.

Infelizmente esta situação é mais comum do que se imagina, tendo em vista o desconhecimento da maior parte dos cidadãos sobre o direito de trânsito.

Você precisa entender que existem infrações que por si só já preveem a suspensão da CNH, além da suspensão por acúmulo de pontos, e o fato de você pagar a multa ou as multas, não vai impedir o DETRAN de instaurar o processo de suspensão da CNH!

Alguns argumentam dizendo que a pessoa não pode sofrer duas penas pelo mesmo fato (Bis in idem).

Particularmente eu concordo.

Mas infelizmente esta é a nossa legislação.

Inclusive no direito penal brasileiro existe a possibilidade de cumprimento de duas penas por um fato.

Exemplo:

Art. 138 - Caluniar alguém, imputando-lhe falsamente fato definido como crime:
Pena - detenção, de seis meses a dois anos, e multa.

Veja que além da pena de detenção, existe a pena da multa.

E não é a pena de detenção OU a multa, mas sim as duas coisas.

E no CTB isso não é diferente.

Vejamos:

Art. 218.  Transitar em velocidade superior à máxima permitida para o local, medida por instrumento ou equipamento hábil, em rodovias, vias de trânsito rápido, vias arteriais e demais vias:
(...)
III - quando a velocidade for superior à máxima em mais de 50% (cinquenta por cento)
Penalidade - multa [3 (três) vezes], suspensão imediata do direito de dirigir e apreensão do documento de habilitação

Ou do art. 165 do CTB:

Art. 165.  Dirigir sob a influência de álcool ou de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência:
Penalidade - multa (dez vezes) e suspensão do direito de dirigir por 12 (doze) meses

E nos casos de suspensão por acúmulo de pontos é a mesma coisa.

Você é autuado em várias infrações durante um período de 12 meses, paga as multas e não recorre. Isso autoriza o DETRAN a instaurar um processo administrativo de suspensão do direito de dirigir.

Portanto, não vai adiantar apenas pagar a multa esperando que não ocorra a suspensão da CNH, porque a lei prevê duas penalidades para determinadas infrações (multa e suspensão) ou por acúmulo de pontos.

E qual a solução para isso?

Não digo que seja a “solução”, mas uma tentativa de solucionar, é fazendo a defesa e os recursos da multa que prevê de forma específica a suspensão da CNH, ou as defesas e recursos das multas que você acumula dentro de um período de 12 meses.

No segundo caso se você recorrer das multas, poderá evitar uma suspensão mesmo que as multas não sejam anuladas.

Já nas infrações que preveem por si só a suspensão da CNH, não basta apenas recorrer da multa, mas também da suspensão.

Lembrando que você pode fazer o pagamento das multas com desconto e continuar recorrendo, conforme expliquei no vídeo abaixo.


Abraço!




Marcelo Vaes é Especialista na área do Direito de Trânsito com mais de 15 anos de Experiência em Defesas e Recursos de Multas e Processos de Suspensão e Cassação da CNH e atende em todo o país pelo E-mail: consultormultas@gmail.com e pelo WhatsApp (54) 9-99145180. 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MODELO DE DEFESA DE MULTA EXCESSO DE VELOCIDADE – AUTUAÇÃO FEITA POR MEIO DE RADAR, BARREIRA OU LOMBADA ELETRÔNICA

Postamos aqui um modelo de defesa (ou Recurso) contra a penalidade de excesso de velocidade constatada por meio de aparelho medidor, seja, radar ou lombada eletrônica, tudo com base na Resolução do CONTRAN 396/11 que trata dos procedimentos para a fiscalização da velocidade de veículos automotores, reboques e semirreboques, conforme o Código de Trânsito Brasileiro.
Ressaltamos que sempre é interessante o leitor procurar um profissional especializado para montar uma defesa mais técnica e precisa para o seu caso, uma vez que nem sempre os modelos prontos são os melhores, porque pode haver algum erro na notificação da multa que enseja a sua anulação, e a pessoa que não conhece a Lei não poderá vê-la. Se você precisa de uma defesa técnica e personalizada, entre em contato conosco pelo E-mail: contato@multasbrasil.com.br que teremos o prazer em lhe ajudar.
Segue o modelo abaixo:
ILMO. SR. DIRETOR... (colocar o nome do órgão destinatário, que é o expedidor da notificação, seja municipal, estad…

COMO INDICAR O CONDUTOR FORA DO PRAZO PREVISTO NO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO (TUDO O QUE O DETRAN NÃO QUER QUE VOCÊ SAIBA!)

COMO ANULAR UMA MULTA DE TRÂNSITO MESMO SENDO CULPADO? (SEGREDOS QUE OS ESPECIALISTAS NÃO TE CONTAM!)

Muitos clientes nos procuram para fazer uma defesa de multa, não acreditando que possa ser anulada mesmo que ele tenha cometido a infração. Depois de certo tempo quando vem o resultado do julgamento, ficam surpresos porque a multa foi anulada.
Estes “segredos” eu quero compartilhar com você aqui no blog Consultor de Trânsito, para demostrar que mesmo se você cometeu uma infração de trânsito ainda é possível ter esta penalidade cancelada, ou seja, mesmo que você seja culpado. Duvida? Então me acompanhe neste artigo que vou lhe mostrar como.
Basicamente se anula uma multa de trânsito mesmo sendo culpado de 2 maneiras:
(Existem outras formas, mas estas considero como sendo as principais e mais importantes)
1 - Erros Processuais 2 – Erros Formais
Mas antes de adentrar no estudo, quero deixar claro que alguns operadores do direito, especialistas na área de trânsito, divergem a respeito de alguns destes itens. Uns consideram que alguns dos erros formais são na verdade erros processuais, ou alguns…