Pular para o conteúdo principal

Multas Duplicadas, Concorrentes e Concomitantes o que são?


Você já ouviu falar em “bis in idem”?

Trata-se de um conceito jurídico quando o cidadão é acusado duas vezes pelo mesmo fato delituoso, muito usado no direito penal.

No caso das multas de trânsito é quando o condutor do veículo é autuado na mesma infração duas vezes pelo mesmo fato.

Perceba que não se trata de ser autuado duas vezes na mesma infração em datas e locais e horários diferentes (ou até na mesma data), mas sim de ser autuado na mesma infração, data, local e horário, ou em data, local e horários muito próximos e inclusive por agentes diferentes.


Além da multa duplicada, que se trata de um suposto cometimento da MESMA infração, existem outras possibilidades de anulação de multa de trânsito previstas no Manual Brasileiro de Fiscalização de Trânsito – MBFT – do CONTRAN, que são:

1-   As infrações cujo códigos infracionais possuem os três primeiros dígitos exatamente iguais, e,

2-   As infrações concorrentes quando são infrações diferentes, mas que só poderá ser lavrado um único auto de infração pelo agente que constatou.

Vejamos:

“O agente só poderá registrar uma infração por auto e, no caso da constatação de infrações em que os códigos infracionais possuam a mesma raiz (os três primeiros dígitos), considerar-se-á apenas uma infração.

Exemplo: condutor e passageiro sem usar o cinto de segurança, lavrar somente o auto de infração com o código 518-51 e descrever no campo ‘Observações’ a situação constatada (condutor e passageiro sem usar o cinto de segurança).

As infrações simultâneas podem ser concorrentes ou concomitantes:

São concorrentes aquelas em que o cometimento de uma infração, tem como consequência o cometimento de outra.

Por exemplo: ultrapassar pelo acostamento (art. 202) e transitar com o veículo pelo acostamento (art. 193).

Nestes casos o agente deverá fazer um único AIT que melhor caracterizou a manobra observada".

Importante também mencionar as infrações concomitantes ou simultâneas previstas no art. 266 do CTB:

Art. 266. Quando o infrator cometer, simultaneamente, duas ou mais infrações, ser-lhe-ão aplicadas, cumulativamente, as respectivas penalidades.

O MBFT diz o seguinte sobre o assunto:

São concomitantes aquelas em que o cometimento de uma infração não implica no cometimento de outra na forma do art. 266 do CTB.”

Por exemplo: deixar de reduzir a velocidade do veículo de forma compatível com a segurança do trânsito ao ultrapassar ciclista (art. 220, XIII) e não manter a distância de 1,50m ao ultrapassar bicicleta (art. 201).

Assim temos:

- Infrações Duplicadas
- Infrações com os 3 primeiros dígitos do código infracional iguais
- Infrações concorrentes
- Infrações concomitantes

Portanto, nos três primeiros casos (Duplicada, 3 primeiros dígitos e concorrentes) uma das multas deve ser anulada por meio de defesa, recurso ou ação judicial.

Ajuda para Recorrer? Solicite uma Avaliação Gratuita do seu caso! CLIQUE AQUI


Marcelo Vaes é Especialista na área do Direito de Trânsito com mais de 15 anos de Experiência em Defesas e Recursos de Multas e Processos de Suspensão e Cassação da CNH e atende em todo o país pelo E-mail: contato@multasbrasil.com.br e pelo WhatsApp (54) 9-99145180. Visite o Site: www.multasbrasil.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MODELO DE DEFESA OU RECURSO CONTRA PENALIDADE DE SUSPENSÃO DO DIREITO DE DIRIGIR

ILMO. SR. DIRETOR DA (nº) DA CIRETRAN DE (nome cidade e estado) ou DA DIVISÃO DE HABILITAÇÃO DE CONDUTORES DO DETRAN DE (nome capital e estado)
(deixar dez espaços)

Procedimento Administrativo nº....... ../............. Recurso ou defesa p/ a JARI contra Penalidade de Suspensão do Direito de Dirigir
(nome, RG, CPF, naturalidade, profissão e endereço completo com Cep), portador do CNH de registro nº......., categoria e validade, vem dentro do prazo legal, através de seu advogado (pode o recurso ser assinado pelo recorrente ou por seu procurador constituído), com fundamento nos artigos 265, e 285 do CTB e na Res. 182/05 do Contran, para interpor o presente RECURSO para a JARI que atua junto à essa Ciretran, pelos motivos e fundamentos que a seguir expõe e ao final requer.



                    RAZÕES DE RECURSO (OU DEFESA) E FUNDAMENTOS LEGAIS

1- O recorrente fora notificado pelo DETRAN, da instauração deProcedimento Administrativo para Suspensão de seu Direito de Dirigir, em decorrência da s…

MODELO DE DEFESA DE MULTA EXCESSO DE VELOCIDADE – AUTUAÇÃO FEITA POR MEIO DE RADAR, BARREIRA OU LOMBADA ELETRÔNICA

Postamos aqui um modelo de defesa (ou Recurso) contra a penalidade de excesso de velocidade constatada por meio de aparelho medidor, seja, radar ou lombada eletrônica, tudo com base na Resolução do CONTRAN 396/11 que trata dos procedimentos para a fiscalização da velocidade de veículos automotores, reboques e semirreboques, conforme o Código de Trânsito Brasileiro.
Ressaltamos que sempre é interessante o leitor procurar um profissional especializado para montar uma defesa mais técnica e precisa para o seu caso, uma vez que nem sempre os modelos prontos são os melhores, porque pode haver algum erro na notificação da multa que enseja a sua anulação, e a pessoa que não conhece a Lei não poderá vê-la. Se você precisa de uma defesa técnica e personalizada, entre em contato conosco pelo E-mail: contato@multasbrasil.com.br que teremos o prazer em lhe ajudar.
Segue o modelo abaixo:
ILMO. SR. DIRETOR... (colocar o nome do órgão destinatário, que é o expedidor da notificação, seja municipal, estad…

COMO INDICAR O CONDUTOR FORA DO PRAZO PREVISTO NO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO (TUDO O QUE O DETRAN NÃO QUER QUE VOCÊ SAIBA!)