JUIZ ANULA MULTAS POR EXCESSO DE VELOCIDADE DO DER/SP (VEJA OS MOTIVOS!)


Olá amigos e leitores do Blog Consultor de Trânsito!

Neste artigo vou mostrar uma sentença de um Juiz de São Paulo referente á uma ação judicial que fizemos para uma cliente nossa que teve 5 multas por excesso de velocidade, uma próximo das outras, e que o Juiz anulou 3 destas 5 multas.




A nossa cliente havia sido autuada em 5 infrações por excesso de velocidade, sendo 3 delas no mesmo equipamento medidor de velocidade, o que é totalmente ilegal.

Depois de termos feito a defesa e os recursos administrativos, todos foram indeferido pelo DER/SP.

Desse modo, não restou outra alternativa a não ser entrar com uma ação judicial para tentar anular as multas.

Assim, fizemos para a cliente entrar SEM ADVOGADO no JUIZADO ESPECIAL DA FAZENDA PÚBLICA DE SÃO PAULO.

Além disso, o DETRAN havia instaurado o processo de suspensão do direito de dirigir por acúmulo de 20 pontos devido a estas infrações. Por este motivo, o DETRAN terá que anular o processo de suspensão também.

Vejamos o que o juiz disse na sentença:

Processo nº: 0017843-23.2017.8.26.0053 São Paulo capital.

Fundamento e decido.
Cuida-se de demanda em que a parte autora pleiteia a anulação dos autos de infração de nºs 1K543016-4, 1K543028-4, 1K555213-4, 1K543093-4 e 1K555205-4, por tratarem de multas ocorridas em trechos pequenos e próximos, em um curto intervalo de tempo.

Inicialmente, insta salientar que o Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de São Paulo - DER/SP é parte legítima para figurar no polo passivo do presente feito, pois a autora almeja a declaração de nulidade de autuações realizadas por referido ente. A baixa na pontuação da autora é mera consequência da anulação das autuações.

No mérito, o pedido é parcialmente procedente.

É fato incontroverso que, na data das autuações, a autora de fato excedeu o limite de velocidade da via, tendo seu veículo sido captado por radares detectores de velocidade.

Verifica-se que a autora foi multada três vezes no trecho do km 373, dentro de um minuto, e duas vezes no trecho do km 356, também no intervalo de um minuto.

Pois bem.

Os trechos (km) e horários nos quais a autora foi multada são distintos e, sendo comprovado que seu veículo ultrapassou o limite de velocidade permitido, correta é a autuação por excesso de velocidade.

Contudo, não é possível compreender que autuações quase simultâneas se tratem de autuações distintas.

Pelo que se observa nos documentos trazidos aos autos junto à contestação, apenas ficou comprovada a existência de radares fixos nos trechos em questão, conforme croquis de fls. 76 e 82. Assim, cada radar fixo só poderia ensejar uma multa por excesso de velocidade, o que não ocorreu, já que o radar do km 373 gerou três autuações e o do km 356, duas.

Dessa forma, entende-se que houve falha por parte do réu, que não poderia ter imputado à autora autuações diversas mas simultâneas e derivadas do mesmo instrumento de fiscalização.

Nesse contexto, é de se acolher em o pedido para anular parte dos autos de infração e imposição e multa, em relação à autora, sendo mantidas apenas uma autuação referente ao km 373 e outra ao km 356.

Ante o exposto, JULGO PARCIALMENTE PROCEDENTE o pedido para declarar a nulidade dos autos de infração e imposição de multa de n°s1K555213-4, 1K543093-4 e 1K543028-4, com consequência baixa da comunicação de anotação para seu prontuário.

Sem custas e honorários nos termos do art. 54 da Lei nº 9.099/95.

São Paulo, 12 de março de 2018.

Juiz(a) de Direito: Dr(a). Murillo D'Avila Vianna Cotrim

O DER ainda pode recorrer da sentença, mas com esta decisão judicial demostramos que é possível anular multas de trânsito quando há irregularidades.

Espero ter ajudado.
Deixe o seu comentário abaixo para contribuir com o assunto.



Marcelo Vaes é profissional da área de Trânsito com mais de 15 anos de Experiência em Defesas e Recursos de Multas e Processos de Suspensão e Cassação da CNH e atende em todo o país pelo E-mail: contato@multasbrasil.com.br




Comentários

  1. Com certeza sempre nos apresentando soluções, trazendo novas decisões, engrandecendo nosso conhecimento. Onde há irregularidades, é possível anular as multas.

    ResponderExcluir
  2. Marcelo!sou seu fã!muito obrigado pelas dicas!ja quebrei diversas multas entre o DER e a policia rodoviária através das suas dicas,muito obrigado pelo seu compartilhamento

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas deste blog

MODELO DE DEFESA DE MULTA EXCESSO DE VELOCIDADE – AUTUAÇÃO FEITA POR MEIO DE RADAR, BARREIRA OU LOMBADA ELETRÔNICA

MODELO DE DEFESA OU RECURSO CONTRA PENALIDADE DE SUSPENSÃO DO DIREITO DE DIRIGIR

COMO ANULAR UMA MULTA DE TRÂNSITO MESMO SENDO CULPADO? (SEGREDOS QUE OS ESPECIALISTAS NÃO TE CONTAM!)